quarta-feira, abril 16, 2008
 
:: Faking it II

Minto. Tem uma coisa que me assombra ainda mais que a tosse fingida: Alice aprendeu a dança do mamulengo inventada pelo meu pai.

Eu não sei bem como aconteceu. Largamos a pequena com os avós e fomos ao cinema. Na volta, a novidade - Alice se requebrando toda e jogando a cabeça pra lá e pra cá feito um headbanger, uma coisa chocante para um bebê de 7 meses.

Caceta, baixou a Joelma na minha filha!, pensei, e aí veio meu pai e contou, todo pimpão, que tinha ensinado a neta a dançar. Enquanto a minha mãe trocava uma fralda, ele decidiu executar a tal dança do mamulengo, que consiste em dar passadas trôpegas com a cabeça balangando e os braços soltos em todas as direções feito um boneco de Olinda (aposto que quem conhece meu pai visualizou direitinho a cena). Alice achou divertido e decidiu incluir a dancinha no seu repertório de gracinhas para impressionar mamãe e papai.

Pois impressionou - e muito. Só que a dança do mamulengo, apesar de bonitinha, não serve pra muita coisa, além de ser potencialmente perigosa. Impressionada mesmo, pra valer, eu vou ficar se meu pai ensinar a Alice a usar o vaso sanitário.