sexta-feira, maio 30, 2003
 
:: Você sabe o que é TPM?

Claro que não. Eu vou te contar!

A sigla TPM quer dizer:

- Todos Problemas Misturados.
- Tendências a Pontapés e Murros.
- Temporada Proibida para Machos.
- Toda Paixão Morre.
- Tô Puta Mesmo.
- Tocou, Perguntou, Morreu.
- Tire a Pórrrra da Mão
- Tente no Próximo Mês.
- Tô Pirada Mesmo
- Tempo Para Meditação
- Totalmente Pirada e Maluca
- Tendência Para Matar
- Tira as Patas, Moleque
- Tenha Paciência Meu


quinta-feira, maio 29, 2003
 
::Momentos de tensão
(ao som de "Wish", da trilha do Corra Lola Corra)

Hoje, durante o meu café da manhã, notei aterrorizada que a panela de pressão em cima do fogão estava APITANDO de forma ameaçadora, se tem algo que me assusta nessa vida é panela de pressão, essa pequena bomba-atômica fumegando inocentemente na cozinha dos nossos lares apenas a espera do melhor momento de despejar em cima de algum desavisado sua lava fervente de caldo de feijão, fico me perguntando quantos acidentes fatais envolvendo essas panelas o governo não abafa pra evitar pânico generalizado, desnutrição e anemia crônica - porque se você tirar feijão do prato do brasileiro não sobra muita coisa.


 
::Curitiba é uma terra estranha III

Achamos um flat para passar a noite. Eu estava achando podre de chique ficar num flat, que ainda por cima era todo estiloso, moderninho, apartamento de dois andares, etc etc.
Pois às 2h30 da manhã alguém resolve espremer laranjas para o café da manhã.
A cozinha era embaixo do nosso quarto. Não bastasse o ronco do espremedor, logo o cheiro das malditas laranjas invadiu meu sereno sono – que obviamente deixou de ser sono para se converter em mais uma experiência surreal em terras curitibanas.

Agora me diz:
Que tipo de sujeito espreme às 2h30 o suco que será servido dali a no mínimo 5 horas???
Que tipo de arquiteto coloca uma cozinha embaixo dos quartos dos hóspedes sem o menor isolamento acústico???
Que tipo de gerente de hotel permite que essas 2 aberrações ocorram JUNTAS???

tic-tac-tic-tac-tic-tac...

UM GERENTE CURITIBANO, LÓGICO!
Afinal, estamos na Cidade Sorriso, pra quê evitar uma experiência estranha se, passado o desconforto momentâneo, ela será lembrada com um sorriso vago e um leve abanar de cabeça, “Curitiba é mesmo um lugar inesquecível...”?



quarta-feira, maio 28, 2003
 
::A saga das Marianas Zanotto
(ao som de "History Repeating", Propellerheads)

Conversei com a Mariana ontem!
Experiência meio surreal mas muito bacana, ela realmente é muito legal e, adivinhem, estava procurando o tal cara também, agora os dois vão poder se comunicar, me senti responsável por um (re)encontro de almas, confesso que é muito gratificante bancar a alcoviteira de vez em quando!
Na verdade estou falando com ela nesse minuto, já estamos até armando uma baladinha pra quando ela estiver no Brasil, imaginem a cena: a gente entrando em um bar. O porteiro: "nome?". Eu: "Mariana Zanotto". O porteiro: "nome?". Ela: "Mariana Zanotto".
Hahaha, mal posso esperar!




 
::No flash, please
(ao som de "Sunshine Superman", Sugarman Three)

Hoje tive meu dia de modelo fotográfico! Na revista Vida Simples do mês que vem vou aparecer voando numa matéria sobre o filme Waking Life (filme muitíssimo legal por sinal, fica aí a dica).
Ok, não sou eu exatamente... são os meu pés. Melhor dizendo, meu tênis Puma pretinho e a barra da minha calça. E fora de foco, em movimento, com um filtro azul... mas não importa, isso não tira os meu méritos: pés lindos, fotogênicos e dramáticos. E tardes livres. E cunhada jornalista.
Ah é, e eu não cobro cachê.






terça-feira, maio 27, 2003
 
Curitiba é uma terra estranha II

Lá em Santa Felicidade quase todos os restaurantes são rodízios de massa, mas em alguns eles servem também sopas e pizza. E paulistano não pode ouvir falar de pizza que vai lá, acho que tem um pouco a ver com a nossa vaidade cretina de ter a melhor pizza do país, a gente precisa comer em outro lugares pra poder falar mal depois. Mesmo sem ter comido todas as pizzas necessárias para fazer tal afirmação com propriedade, tenho cá pra mim a desconfiança de ela é absolutamente verdadeira, principalmente depois da indigesta experiência com a pizza de Curitiba. Não vou nem me demorar muito na qualidade, era uma pizza pesada, fria, feia, mal executada, enfim, ruim, mas o mais impressionante eram os sabores. Sente o drama: Strogonoff - com batata palha por cima! “Sabor da Carne” (cubinhos de filé). Coração de galinha. Quindim. E por aí vai, vou poupá-los de detalhes, a conclusão é que a pizza de Curitiba é uma afronta ao bom gosto de qualquer ser humano, podem me chamar de conservadora, careta, reacionária, mas pô, pizza de strogonoff é um negócio criminoso, alguém deveria estar na cadeia por isso


 
::duas marianas em uma vida é roteiro de folhetim mexicano

Muito bizarra essa história...
lembrei de um conto do Allan Poe em que o sujeito tem um "Outro" que fica rondando... não lembro direito como era mas, considerando o autor, provavelmente não terminava nada bem.
Mas a vida não é um conto do Allan Poe, ainda bem, e se o Márcio diz que essa minha "outra" (tomo essa liberdade pq eu sou mais velha, hahaha!) é gente boa eu acredito nele.
E o mais engraçado é o seguinte: há uns 3 meses eu recebi um e-mail de um cara que estava procurando por essa outra Mariana e acabou chegando em mim pelo blog do Márcio. O tom do email era de busca desesperada, desconfio que ela andou partindo uns corações por aí. Enfim, Mariana Zanotto (hahaha, difícil eu me acostumar com essa idéia...), caso te interesse eu ainda tenho o email do cara, posso te repassar se você quiser.

(Márcio, elá tá lendo isso aqui? Sinto-me um pouco besta tentando dialogar com o vazio...)



 
:: duas marianas em uma vida é mta sorte

no domingo tive uma surpresa maravilhosa. a mariana zanotto apareceu no meu icq!!! vcs devem estar pensando: "e daí?". bom, é que a mariana zanotto faz ballet clássico e na alemanha! aí vcs pensam: "será por isso que ela foi parar num spa?". é uma outra mariana zanotto!


nunca pensei que coisas assim acontecessem. a gente procura no google e lá está. o estranho é que a gente inventa mil histórias para a outra mariana. que ela é uma nobre, casará com um nobre e terá filhos nobres. e toma chá em porcelanas.

mas a mariana é uma pessoa muito gente boa. não difere da nossa mariana nisso. mari, nào se preocupe, ainda te amo. =)

e nesses últimos dias pensei mto em viver outra vida. estranho, não? pensei que eu não queria a minha, mas outra. o foda é que não queria largar o meu nome, então será que eu queria mesmo outra vida? sei lá.

só sei que nessa é mto engraçado ver a mari, a bz, com medinho del valle... heheheeh...

mariana zanotto, menina bailarina, se estiver lendo isso. mtos beijos, feliz aniversário e apareça sempre!!!


segunda-feira, maio 26, 2003
 
::Curitiba é uma terra estranha

Pra começar, a cidade é conhecida pela alcunha de “Cidade Sorriso”. Aí você passeia um pouco e descobre que lá tem mais parques do que pessoas (o que não deixa de ser uma vantagem, pensando bem). Aí vê que os curitibanos são gatinhos, tem bochechas cor de rosa, usam camiseta num puta frio e tem um sotaque sensacional, várias vezes tive vontade de pegar algum menininho e levar pra casa só pra ouvir ele dizer que “leite quente faz bem pra gente”. Mas o melhor é o seguinte: tem um bairro chamado Santa Felicidade, que nos foi indicado como “o bairro dos restaurantes”. Mas Santa Felicidade não é apenas o bairro dos restaurantes, Santa Felicidade é a tentativa de se reerguer a Grécia antiga, aquilo parece cidade cenográfica, nunca vi tantas colunas na minha vida, quem quiser estudar as ordens jônica ou dórica não precisa de livros de história da arte, precisa conhecer Santa Felicidade. E o mais legal é que você sai de um restaurante que é uma réplica do Parthenon, atravessa a rua e cai num CASTELO MEDIEVAL em ruínas, os arquitetos gregos devem estar se revirando na tumba com a distorção histórica do seu legado, pobrezinhos.


 
Olha quem está falando!!!
(ao som de "Let the Good Times Roll", do Q's Jook Joint)

ÊÊÊÊÊ!!!
Estou de volta!
E com 2,5 kg a menos!
E com fome!!!
E, pensando bem, esses kgs estão me fazendo muita falta e vou tratar de recuperá-los já, já!!!

Quem-quer-ir-no-japonês-comigo-põe-o-dedo-a-qui!!!

PS: Luizinha, volte já para o no-scrubs!!! Estamos muito muito muito tristes com a sua ausência!!! (E não vem com essa de que você tem muito trabalho porque todo mundo sabe que só o que você faz naquele escritório é flertar com o Jack e encher a cara de vinho!!!)


quinta-feira, maio 22, 2003
 
:: matrix reloaded

galera, vcs não podem perder esse filme. para mim só o revolutions pode tirar como filme do ano. um filme perfeito. pqp. mais tarde eu coloco uma resenha mto mais apropriada, ainda estou sem palavras.


 
:: matrix reloaded

devido a ausência das duas outras colunistas -- a mari que está num spa e a luiza que está atolada de trabalho e não tem mais tempo pra nada -- me dou o direito de convidar outra colunista para o nosso querido blog:





quarta-feira, maio 21, 2003
 
:: Ausência

(ao som de Bach)

Pessoas, vou oficializar minhas férias do blog... Não tenho conseguido comparecer, estou com a cabeça na minha vida real. Talvez seja a convivência com o Márico que me levou a esta oficialização... Porque esse lance de "vou parar de escrever", "passei dessa fase" e afins é mania dele. Pronto, achei um culpado! haha Pretendo retornar em breve com boas novas! Beijos!


domingo, maio 18, 2003
 
:: amorosa cia pneumática
(ao som de ana's song do silverchair)

tá no ar edição número 3 da amorosa cia pneumática, o zine.

uma página para deleite que achei linda linda linda!!!







sábado, maio 17, 2003
 
::...Um último apelo

SÃO LONGUINHO SÃO LONGUINHO
SE EM 1 SEMANA EU CONSEGUIR ENTRAR NO MEU VESTIDO AMARELINHO
EU DOU TRÊS PULINHOS!

E JURO QUE COMEÇO A FAZER UNS ABDOMINAIS.


 
::Gordurinha, gordurão, vai saindo de montão!

Adeus.
Me dei de presente (???) uma semana de, ãhn..., férias.
Despertador tocando às 5h45 da manhã, sessões diárias de eletrochoque, corridas até a exaustão e fome, muita fome.
Uêba! Mal posso esperar!
Tomara que eles tenham também aulas de lamba-axé. E torneios de cacheta. Um karaokê pra descontrair também seria legal – mas só até as 9h30, que depois disso é hora de Mariana estar na caminha!

(Lu e Márcio, por favor não falem mal de mim na minha ausência!)

Beijos a todos!


 
:: foda-se de millor fernandes
(ao som de palavrões)

agradecimentos ao lendro pelo email:

"Foda-se", por Millor Fernandes

O nivel de stress de uma pessoa é inversamente proporcional a quantidade de "foda-se!" que ela fala. Existe algo mais libertário do que o conceito do
"foda-se!"? O "foda-se!" aumenta minha auto-estima, me torna uma pessoa melhor.

Reorganiza as coisas. Me liberta. "Não quer sair comigo? Então foda-se!". "Vai querer decidir essa merda sozinho(a) mesmo? Então foda-se!"

O direito ao "foda-se!" deveria estar assegurado na Constituição Federal.

Os palavrões não nasceram por acaso. São recursos extremamente validos e criativos para prover nosso vocabulário de expressões que traduzem com
a maior fidelidade nossos mais fortes e genuinos sentimentos. É o povo fazendo sua lingua. Como o Latim Vulgar, será esse Português Vulgar que vingará
plenamente um dia.

"Prá caralho", por exemplo. Qual expressão traduz melhor a ideia de muita quantidade do que "prá caralho"? "Prá caralho" tende ao infinito, é quase
uma expressão matemática. A Via-Lactea tem estrelas prá caralho, o Sol é quente prá caralho, o universo é antigo prá caralho, eu gosto de cerveja prá
caralho, entende?"

No genero do "Prá caralho", mas, no caso, expressando a mais absoluta negacão, esta o famoso "Nem fodendo!" Nem o "Não, não e não!" e tampouco é nada eficaz e já sem nenhuma credibilidade "Não, absolutamente não!" o substituem.

O "Nem fodendo!" é irretorquivel, e liquida o assunto. Te libera, com a consciencia tranquila, para outras atividades de maior interesse em sua vida. Aquele filho pentelho de 17 anos te atormenta pedindo o carro pra ir surfar no litoral? Nao perca tempo nem paciencia. Solte logo um definitivo "Marquinhos, presta atenção, filho querido, NEM FODENDO!". O impertinente se manca na hora e vai pro Shopping se encontrar com a turma numa boa e você fecha os olhos e volta a curtir o CD do Lupicinio.

Por sua vez, o "porra nenhuma!" atendeu tão plenamente as situações onde nosso ego exigia nao só a definição de uma negação, mas também o justo escárnio contra descarados blefes, que hoje é totalmente impossivel imaginar que possamos viver sem ele em nosso cotidiano profissional. Como comentar a gravata daquele chefe idiota senão com um "é PHD porra nenhuma!" ou "ele redigiu aquele relatório sozinho porra nenhuma!". O "porra nenhuma", como voces podem ver, nos provê sensações de incrivel bem estar interior. E como se estivessemos fazendo a tardia e justa denúncia pública de um canalha.

São dessa mesma genese os classicos "aspone", "chepone", "repone" e mais recentemente o "prepone" - presidente de porra nenhuma.

Ha outros palavrões igualmente classicos. Pense na sonoridade de um "Puta que pariu!", ou seu correlato "Pu-ta-que-o-pa-riu!!!", falados assim, cadenciadamente, silaba por silaba. Diante de uma noticia irritante qualquer um "puta-que-o-pariu!" dito assim te coloca outra vez em seu eixo. Seus
neurônios tem o devido tempo e clima para se reorganizar e sacar a atitude que lhe permitirá dar um merecido troco ou o safar de maiores dores de
cabeca.

E o que dizer de nosso famoso "vai tomar no cu!"? E sua maravilhosa e reforcadora derivação "vai tomar no olho do seu cu!". Voce ja imaginou o bem
que alguém faz a si próprio e aos seus quando, passado o limite do suportavel, se dirige ao canalha de seu interlocutor e solta: "Chega! Vai tomar no olho do seu cu!". Pronto, você retomou as rédeas de sua vida, sua auto-estima. Desabotoa a camisa e saia a rua, vento batendo na face, olhar firme, cabeca erguida, um delicioso sorriso de vitoria e renovado amor-intimo nos lábios.

E seria tremendamente injusto nao registrar aqui a expressao de maior poder de definição do Portugues Vulgar: "Fodeu!". E sua derivação mais avassaladora ainda: "Fodeu de vez!". Você conhece definição mais exata, pungente e arrasadora para uma situação que atingiu o grau máximo imaginável
de ameaçadora complicação? Expressão, inclusive, que uma vez proferida insere seu autor em todo um providencial contexto interior de alerta e auto-defesa. Algo assim como quando você esta dirigindo bebado, sem documentos do carro e sem carteira de habilitação e ouve uma sirene de policia atrás de você mandando você parar: O que você fala? "Fodeu de vez!".

Liberdade, igualdade, fraternidade e foda-se!!!

Millor Fernandes




sexta-feira, maio 16, 2003

 
:: a volta dos que não foram
(ao som de come together com o control+z)

depois de uma longa crise existencial agravada por um resfriado que na verdade era uma alergia na gargante, muitas horas de sono por causa de um remédio, ouvir músicas do naipe de portishead, radiohead e drugstore e ter terminado o parachutes, estoy aqui de volta renovado e com barba por fazer ainda.

vou fazer um post meio longo, então, como dizem lá no exblog o mundo, não reclame.

**************************************************************** (no scrubs!)


o ale saji me apresentou uma banda muito boa, chama-se: control+z. é formado por um cara que tinha uma banda q eu adorava, a deja vu. além do davi, tem a famigerada suzana bragatto no vocal que destroi (que alias pago mto: bonita, inteligente, canta pacas, q mais q eu quero?).

baixe o birdfeeder e me digam o que acham.

http://bounce.to/controlz

**************************************************************** (no scrubs!)


dia 23 estréia matrix reloaded. e o que eu tenho a ver com isso?

1. amo a trinity! uhu!!!
2. tem umas cenas que vi no trailer que pelamordedeus...
3. continuações são sempre esperados com grande ansiedade, vide a nossa em x-men 3 (roteiristas, explodam!)
4. vai ter todo aquele joguinho de referências e tal.
5. a trilha sonora parece bem loka.
6. amo a trinity! uhu!!!
7. cenas de luta! cenas de luta!!!
8. deve ser o melhor da trilogia.
9. amo a ...

**************************************************************** (no scrubs!)


meu top 5 da semana:

1. birdsong _ oasis. musica simples que me tocou. she's not anyone.
2. punch up at wedding _ radiohead. musica que me pegou pela levada.
3. mother _ shelby lynne. eh uma historia meio ode to my family do cranberies, só que bem mais infeliz.
4. birdfeeder _ control + z. dançante, fico que nem bobo mexendo os ombros.
5. smile _ weezer. putz, outra música que me toca deveras.

**************************************************************** (no scrubs!)


tomei a decisão de ler "entre atos" da virginia woolf. tinha medo de ler porque é o que falta para ter lido a bibliografia completa. fiquei com medo de não ter mas o que ler dela. aí pensei: que bobagem! você rele os outros pq vc agora é uma pessoa diferente e os livros soarão diferente.

assisti ao filme "as horas" e gostei muito da história, mas odiei a direção. não gostei também da virginia woolf do filme, principalmente porque tenho uma virginia woolf mais amante da vida na minha cabeça por causa de seus livros. e essa alegria serena e besta que me dá uma outra perspectiva no que escrevo.

(obs: tento sempre chamar a tereza de sra. dalloway, mas me escapa).

**************************************************************** (no scrubs!)


retomei o parachutes.


quinta-feira, maio 15, 2003
 
Quero aproveitar esse blog tão abandonado pra mandar um beijo pra minha amiga Luiza que está padecendo de dor de dente e outro pro meu amigo Marcio que estava gripado, mas acho que já sarou e está padecendo de preguiça mesmo.
Lu: beijo!
Marcito: beijo!
De presente, ainda deixo uma dica cultural pra todos que estão em casa de molho:
assistam "A Era do Gelo". MAS TEM QUE SER A VERSÃO DUBLADA, que é infinitamente mais engraçada e depois vocês ainda podem imitar as falas da Preguiça, do tipo: "venha cá, minha minhoquinha fofa", e dessa forma divertir seus amigos a valer!



segunda-feira, maio 12, 2003
 
::O caminho da Luz?
(Ao som de cítaras, tablas e Meeta Ravindra cantando "Hara Hara Gange")

Está me nascendo um Terceiro Olho,
que fenômeno pitoresco,
talvez meu irmão tenha uma boa explicação para isso.


domingo, maio 11, 2003
 
::Dia das Mães
(ao som de The Staples Singers)

Uma das maiores sacanagens da minha mãe é fazer aniversário no dia das mães. O fato de eu não ter dinheiro (nem paciência, nem idéias, nem iniciativa...) pra comprar presente torna-se duplamente vergonhoso.
Então eu resolvi que esse ano, pra variar, vou ser uma boa filha. Aí eu entro numa livraria e de cara, o que eu vejo? O livro novo do Rubem Fonseca, Diário de um Fescenino, que já me foi altamente recomendado pelo Fudge (eu queria linkar o blog dele aqui mas óbvio que não tenho a menor idéia de como se faz esse tipo de coisa). O problema é que estou querendo esse livro há algum tempo. EU estou querendo, que fique bem claro, minha mãe não liga tanto quanto eu pro Rubem Fonseca. Fiquei por alguns minutos cogitando a possibilidade de comprar, embrulhar bonitinho e dar pra ela, mas no fim das contas desisti, porque não dar nada me pareceu, apesar de menos inteligente, mais decente do que dar um presente interesseiro (eu sou mais decente do que inteligente, triste conclusão para um domingo à noite).
De qualquer forma, mamãe foi viajar antes do fatídico dia, ufa, ainda que me pareça uma forma de escapismo da parte dela (“melhor não ganhar nada por estar fora do que pelo fato dos meus filhos serem relapsos”) foi uma solução ótima. Quando ela voltar, semana que vem, o dia das mães e o aniversário já serão lembranças tão remotas que não vai fazer a menor diferença.

Pensando bem, aí eu bem que poderia surpreendê-la com um livro. Como não vai mais haver a cobrança da data, vai soar como um presente super espontâneo. E pode até ser Rubem Fonseca, porque presente fora de hora é assim, o que vier é lucro!



 
:: Programa ao vivo

(ao som de The Lost Grooves)

Galera, hoje apresento um programa de meia hora ao vivo na rádio 9 de Julho, 1600 AM, 14h.
Sintonizem!
A trilha e o roteiro tb são meus.
Valeu!


sexta-feira, maio 09, 2003
 
:: fotoblog.07
(ao som de loser do beck)


beck encontrou nosso vinil na lata de lixo de um motel em san francisco, aparentemente queimado. ouviu o biscoito e logo nos mandou um email dizendo: "vou de carona ! ". perguntou também se podia lançar seu próximo disco na festa, mas negociamos ainda com o the vines, the strokes e r.e.m. mas não temos preferência. se trouxer a caixa de breja já descrita no encarte do vinil já tá valendo.

p.s. : beck, nós temos naipe.


 
:: Efeito do vinho

Hoje tomamos uma taça de vinho no escritório, de novo! hahaha

Olha só o que saiu: O Bilba (o nosso web) apareceu com um sapato novo hj, bem bonito, estiloso, e eu soltei: Ufa, Bilba! Porque aquele sapato preto não dava... E a Bi falou: O que não dava era a fivela do sapato. E eu: O que não dava era a meia branca do sapato preto! hahaha.

Talvez vocês não entendam, mas valeu minha tarde. Morremos de rir! Quem me conhece imagina!



 
:: fotoblog.04
(ao som dot allison)


capa do vinil promocional da festa no scrubs sessions. o disco foi produzido pelas dj's zanotto e fecarotta. há somente 200 cópias distribuidas para produtores e dj's do mundo. moby e fatboy slim já pediram cópias a mais e patife já tá re-remixando outras faixas. há boatos de que seu próximo cd se chamará no scrubs grooves.


 
:: fotoblog.03
(ao som de you can leave your hat on do joe cocker)


local da primeira festa "no scrubs sessions". vai encarar?


obs: não tem estacionamento e não é perto de metrô.


 
:: nomes para banda #02

+ satélites
+ fever


quinta-feira, maio 08, 2003
 
:: nomes para banda #01

+ arimatéia
+ mutley





quarta-feira, maio 07, 2003
 
:: fotoblog.02
(ao som de i bleed dos pixies)



 
:: Relacionamento

Conheço um casal muito amigo e muito querido. E o cara manda no meio do jantar:
- Lu, então, agora na nossa relação eu sempre dou a última palavra.
E eu:
- Ah é? Que caretas..haha
- É... eu sempre digo: "Sim senhora".

Muito boa! Vou adestrar o meu assim também. hahaha


terça-feira, maio 06, 2003
 
:: fotoblog.01
(ao som de i won't dance)





 
:: Frase-pérola

(ao som de qualquer coisa)

Saca só: "Os gordos também amam e os magros também morrem".



sábado, maio 03, 2003
 
::Bastidores #2: Da importância do clima
(ao som de "dancing cheek to cheek")

O filme é um documentário que resgata os anos dourados do Centro de São Paulo das décadas de 40 e 50. Então a gente foi filmar num bar tradicionalíssimo no Centro, um bar que tinha o clima que o diretor procurava: nostálgico, clássico, sóbrio.
Conseguimos isolar um salão menor do bar e o mezzanino, onde rodamos uma cena muito bonitinha e muito melancólica do velhinho – protagonista – dançando uma valsa com a esposa, ao som de um piano, no salão vazio. Uma cena pra fazer o espectador sorrir um sorriso triste.
A próxima seqüência seria um passeio da câmera pelo salão principal do bar, onde filmaríamos os clientes, para mostrar como é o bar hoje em dia. No contato que fizemos com a direção do bar, ficamos sabendo que naquele dia o proprietário estaria comemorando o seu aniversário e aconteceria uma festa fechada. O proprietário permitiu as filmagens mesmo assim, então para gente seria até mais fácil, pois numa festa fechada haveria um número restrito de pessoas, não ia ter entra e sai o tempo todo, enfim, parecia mais fácil manter o controle da situação.
Parecia. Mas aí o chopp era à vontade. E a festa era temática. E a gente saiu de uma cena nostálgica, lírica, emocionada como a da valsa, cruzou o salão e caiu no meio de um forrobodó onde todos - garçons, convidados, crianças, gerentes... - absolutamente TODOS saltitavam felizes com CHAPÉUS DE CANGACEIRO e ÓCULOS AMBERVISION!
Céus.
Por quê eu não prestei administração de empreses, por quê?



 
:: promoção "um nome para a banda da mari e do márcio"
(ao som de vinhetas de rádio)

como vocês sabem, a mari e eu montamos uma banda, mas precisamos de um nome!!! mande suas sugestões para a tag!!! o autor do nome escolhido ganhará... ainda não seio que ganhará, mas terá naipe, porque somos pessoas com muito naipe.



sexta-feira, maio 02, 2003
 
:: amorosa cia pneumática

já está no ar o número 2 do zine. clique aqui.


 
:: x-men 2

fomos a mari e eu assistir a este esperado filme. adoramos x-men e toda sua complexidade de relacionamentos. fora q a jean gray é muito gata e a mística quando não é a mistíca também é.

mas estamos péssimos!!!

se vc não assistir não saberá o porquê.


 
:: Como assim???

Luiza do céu! Que tipo de cabecinha doentia você tem pra achar que um mico e um bebê bolinando-se mutuamente é uma coisa singela???
Trata-se de pedofilia, zoofilia e sadomasoquismo - notem que o macaquinho está encoleirado enquanto a vil garotinha enterra as unhas em sua fuça, e ao mesmo tempo ele está se praparando pra acertar uma muqueta na boca do estômago dela na primeira oportunidade.
E você ainda acha tudo super singelo. Super light. Básico.
Afe. Alguém segura a Luiza!

(...conheço gente que vai ter um baita trabalho com essa menina, hahaha!!!)


quinta-feira, maio 01, 2003
 
:: Singelo

(ao som de "O Grande Circo Místico")



Não é lindo?


 
:: Balanço

No balanço, minha vida está boa. Ando ouvindo muito Tom Zé e Roberto Carlos das antigas. Escovo os dentes com close-up vermelha. Tenho gravado bons MDs e ganhei vários discos gravados pra mim ultimamente. Tenho feito programas diferentes com pessoas diferentes e bacanas. Tenho beijado na boca. Os ovos de páscoa de casa acabaram e isso é muito bom também. Tenho comido tomate e aprendi no almoço de ontem a comer feijão branco. Tenho buscado músicas no Kazaa. Mas, apesar de tudo isso, estou trabalhando neste puta dia de sol, em pleno dia do trabalho. Daí começo a repensar e sinto que não mereço. Estou com cólica e sinto que não mereço. Estou com saudades e sinto que não mereço. Me irrito e acho injusto. Coloquei Queen no máximo agora e vou ver se funciona como remédio antimonotonia.

ps. BZ, caso dê tudo errado será que aqueles R$ 120 rolam pra mim tb? haha