sexta-feira, abril 11, 2008
 
:: Dieta djá!

A promesso de uma conta de e-mail gigante e à prova de superlotação, mais o fato de que o Google vai dominar o mundo, me fizeram criar uma conta no Gmail. Tá certo que no contrato, em letras miúdas, eles contam que lêem os nossos e-mails (e juram guardar segredo!), mas é por uma boa causa: assim eles podem rastrear os nossos interesses e colocar ao lado do e-mail links úteis e personalizados.  Ok, parece justo. E é sempre engraçadinho quando o Gmail sugere links bestas como  "restauração de lupas", "curso: martelinho de ouro" ou "guia NY para mãos-de-vaca."

Engraçadinho até hoje, quando ao lado de umas fotos minhas que eu mandei pro Carlos, sem texto algum no corpo do e-mail, apareceu o link "fotos de mulheres gordas".