terça-feira, abril 15, 2003
 
:: carandiru
(ao som de silêncio, ouça a agulha caindo no chão...)

como filme, não gostei tanto. senti falta de coisas no roteiro, de um melhor trabalho com atores, não parecem os manos aqui da zl. mas é altamente provocativo. cena célebre, linda e ponto alto para mim: quando os presos cantam o hino nacional às vésperas de uma final de campeonato de futebol. os caras cantando o hino, toscamente, de um estado que os marginaliza. cantando como se a nação a eles pertencesse. e se for pensar bem, como nação pertence mesmo.