sábado, março 22, 2003
 
:: teoria
( ao som de goodbye and goodluck do brilliant green)

vou retomar uma teoria que há muito não pensava: a vida ou é um grande encontro ou uma grande despedida.

quando tenho a impressão de estar vivendo, sempre tenho essa sensação com as pessoas. ou você está realizando um grande encontro em que projetos, idéias, sentimentos e emoções de ambos se mixam para formar algo novo e vibrante, ou você está dizendo adeus para as pessoas com quem já teve esses encontros.

disse uma vez a malu, uma grande amiga da faculdade e com quem tinha um outro blog genial sobre clichês, que quando sentissêmos que fosse uma despedida, cada um alertaria o outro. é muito triste perceber isso, mas ao mesmo tempo é muito libertador porque é um reconhecimento de que hove um grande encontro e que muitas coisas foram realizadas a partir dele.

hoje tenho essa sensação de encontro com a luiza. não sei o quanto nos suportaremos quando convivermos mais presencialmente. pode ser que evitemos isso para não acelerar a grande despedida. mas me veio um questionamento antigo, próprio de nossa amiga comum, a mari: por que a vida não pode ser toda ela um grande encontro?

a mari é foda.

p.s. goodbye and good luck to you yeah, i wish to go there, oh see you again, i thought of the happy days, when I was in our dream, yeah see you again