quarta-feira, março 28, 2007
 
:: Start

E entao agora eu moro em NYC por uns tempos, tenho um monte de historias e nao paro para escrever aqui nunca. Encho o meu caderno de cartoes, eventos, notas fiscais, representacoes toscas de obras e.... aqui? Nada. Eis que acontece algo muito bizarro que precisava contar pra BZ, mas fiquei com preguica de escrever pessoalmente. Porque, sabe, devo um email gigante pra ela... E nao ia ter tempo de falar nada alem do ocorrido porque, voces entendem, ne, tenho que dar um pulo ali no Central Park no final da tarde, pra curtir o restinho de sol... e tal... Enfim, de volta.

Outro dia fui fazer um franguinho, cortado em tirinhas, delicia, aqui na minha casa. Oquei, o ape e' mto bem localizado. 'E foda. Bonitinho, tem academia e tudo, DVD, banheiro branquinho... Uma coisa. Mas e' barulhento pra caramba. E aqui o que mais se ouve e' sirene de bombeiro. E e' um barulho insuportavel. Pior que em SP, que tem aqueles motoqueiros terriveis pra piorar. Enfim, finalmente entendi pq (ai, os porques... oh, duvida cruel).

Fui fazer o meu franguinho na chapa. E sobe aquela fumacinha basica, de leve. E, de repente, comeca a apitar sem parar nunca mais o sinalizador de fumaca, incendio ou sei la o que era aquilo. Desliguei o fogo, fiquei toda estabanada. Oh, ceus, sera que eu ia morrer? Foi um caos, o lance nao parava de apitar - e alto, muito alto. E eu imaginando como e' que eu ia fazer pra ir la na portaria e falar: seguinte, acho que causei o comeco de um incendio no predio. Eu com meu ingles superfluente, histerica com o apito, ia querer falar rapido e imaginem como ia ser? Parem, serio. Imaginem isso. E entao eu respirei, contei ate cinco (ou ate 1000?), fechei os olhos e, quando abri de novo, ufa, o barulho parou, nao tinha mais fumaca e meu almoco tinha sido simplesmente destruido. E olha que eu sei cozinhar hein? So nao sei ligar o exaustor. Aqui os botoes sao mais complexos, parece. Mas eu chego la. Um dia.