quinta-feira, outubro 06, 2005
 
:: Fetiche

Ontem assisti "Ágata e a Tempestade" no DVD. O que mais me chamou a atenção no filme foi a relação de Ágata, dona de uma livraria linda, com um cliente que sempre devorava os livros indicados por ela e volotava para comprar novos e comentar os antigos.

A partir da cena em que ela fica testando a leitura do cara, eu fiquei pensando em um fetiche meu. Conhecer pessoas assim: pela literatura e pela música. Encantador.

Depois repassei, na cabeça, cenas do "Lucia e o Sexo", em que Paz Vega se apaixona por um escritor; depois veio a cena de "Antes do Amanhecer", em que, depois que Celine e Jesse saltam do trem, vão a uma loja linda de vinis e entram em uma cabine apertada para ouvir uma bela canção. E, ainda, a cena final de "Antes do Pôr-do-Sol", em que os dois estão naquele apartamento lindo em Paris, com um gato fofo, que fica no colo, e ela, enquanto espera o chá ficar pronto, dança e canta Nina Simone, enquanto toca no CD. E conta os detalhes dos shows que assistiu e simula biquinhos e tipos... Ai...

Depois, ainda, fiquei pensando como eu amo a Livraria da Vila, a Livraria da Travessa de Ipanema, a Millie Foglie (com mais de 3 mil livros de gastronomia e café da Carla Pernambuco, com um jardinzinho cheio de pequenas árvores, delicadinhas....). Aí pensei na Pop's, que é a minha loja de discos preferida, e pensei no Florinda que é o meu café preferido... E como é delicioso ficar ali lendo, ouvindo seu disco predileto e pensando em algum grande amor. E inventando histórias de amor ao mesmo tempo...