quinta-feira, setembro 09, 2004
 
:: Reserva de Tempo

Engraçado. Hoje que você se retira eu reservo tempo. Tempo de acordar tarde, descansar, tomar banho demorado, lavar a sola dos pés com esponja, tomar suco no café da manhã, sentada no sofá, ao sol, lendo jornal. Justo hoje, reservei tempo para não fazer nada. Ficar olhando o dia passar e não fazer nada, absolutamente. E, olha só, hoje sentei no computador por alguns momentos e vim te ler, apenas. E, para ouvir: Péricles Cavalcanti. Decidi que gosto de ler o parachutes ao som desta voz doce, destas letras singelas, delicadas... E ressurgiu aquela vontade louca de gravar mpb pra você. Mas, ainda há medo. E hoje guardei tempo pra sentir isto também. Já é quase noite e nada aconteceu...